quarta-feira, 21 de abril de 2010

CÃIMBRA OU CÃIBRA? NÃO IMPORTA!

Você corre por quase duas horas e de repente eis que surge aquela dor lancinante na perna, o músculo da panturrilha repuxa e parece que o sofrimento nunca vai terminar, até que... a dor simplesmente vai embora, assim, do mesmo jeito que veio. “Aparentemente a câimbra não tem nenhuma função, só causa dor”, diz o médico e vice-presidente da Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte, Jomar de Souza. Ela é uma contração involuntária do músculo para a qual a ciência não consegue definir uma causa ainda, diz.
.
Atualmente, existem duas teorias mais aceitas sobre as causas da câimbra, embora nenhuma delas seja totalmente comprovada: “A primeira sugere que a contração dos músculos ocorre pela desidratação, quando a pessoa faz muita atividade física sem repor principalmente água e minerais”. A outra hipótese indica que a câimbra ocorre devido ao acúmulo de ácido lático nos músculos. Mesmo sem as causas específicas, existem orientações gerais para tentar evitar a dor da câimbra: alongar antes de fazer exercícios, hidratar-se durante atividades longas e não partir para atividades intensas sem treinamento gradual. “Se a câimbra tiver algum sentido, talvez seja uma espécie de defesa do organismo para dizer que a atividade vai além do que aguentamos”, diz o especialista.
.
Muito se comenta sobre a falta de potássio como causa de câimbras. Na verdade, a baixos níveis sanguíneos de potássio pode até causar contrações involuntárias, mas seu principal sintoma é fraqueza ou paralisia muscular. O cálcio e o magnésio são causas mais importantes e comuns de câimbras. Existem alguns suplementos como vitamina E, complexo B, que podem ajudar em casos específicos, mas que só devem ser tomados após avaliação médica. A água tônica possui pequenas quantidades de quinina uma substância que também parece prevenir câimbras. Existem relatos de melhora das câimbras noturnas após alguns dias ingerindo água tônica à noite.
.
E A BANANA, EVITA CÃIMBRAS?
.
Essa história da banana é um pouco confusa. A fruta é rica em potássio, carboidratos (glicose) e água. Durante o esforço físico existe uma grande demanda dos músculos por energia (glicose). Uma das causas de câimbras é o acumulo de ácido láctico, que é o "lixo" metabólico após a geração de energia com baixa utilização de glicose. Uma boa hidratação ajuda a "lavar" esse excesso de ácido láctico da circulação e evita as câimbras.
.
Portanto, teoricamente a banana ajuda porque repõe os níveis de potássio, hidrata e fornece energia para os músculos. Isso é verdade para câimbras induzidas por exercício. Porém, esse truque não funciona com muita gente. A resposta parece ser individual, mas como banana não faz mal a ninguém, não custa testar.
.
Fonte: EMEX Nutrição Orientada
Veja também:
Barras energéticas
Alimentação e corrida
Ingerir mais água facilita a perda de peso em mulheres
.
Partilhar

3 comentários:

Christiano Lima Santos disse...

Bom artigo sobre cãibra! Além de banana e bastante água, há dicas de outros alimentos para evitar a dor?

Nutrição em Foco

Christiane Rocha Veloso disse...

Olá Christiano! Outros alimentos fontes de potássio são melão, casca do pepino, feijão, batata com casca, água de coco etc.

jricardo_pr disse...

Bem interessante o artigo e a observação sobre os minerais.

Li recentemente, que os jogadores de um time (não me recordo qual), bebiam uma colher de shoyu (isso mesmo) no fim dos treinos, justamente para repor o sódio e isso estava ajudando no combate a cãibra.

Acho interessante tbm como algumas pessoas nem sabem o que é cãibra, e outras (meu caso) não podem abusar ser lembrar da dor...